SEO Marketing

Marketing para Google...
Aumentar a sua base de clientes não precisa ser um quebra-cabeças. Os sites de busca são o meio usado hoje por empresas e consumidores para buscar informações de produtos, pesquisar preços, contratar serviços. Descubra essa oportunidade

SMX Sao Paulo 2009 - o que aconteceu

6 de agosto de 2009

O SMX São Paulo 2009 marcou a primeira participação da SEO Marketing como patrocinadora de um grande evento de Search. Também serviu para "inaugurar" o Twitter da agência (seomarketingbr). Para completar, participei do painel "SEO Tips: dicas de SEO que você não lê em nenhum lugar" (sou o primeiro da esquerda p/ a direita) com o Paulo Rodrigo Teixeira (marketing de busca), Fabio Ricota (mestreseo) e Alexandre Kavinski (iCherry), que originalmente dividiria o painel com Danny Sullivan. O painel foi montado com esses profissionais de última hora pela ausência lamentável da maior estrela do evento, Danny Sullivan, que não tirou o visto brasileiro a tempo. Em compensação, na minha opinião era exatamente o painel que faltava na programação original, com os "SEOs de trincheira" - o grande Kavinski já é figura conhecida, mas um evento de Search sem o Paulo falando tem uma grave falha de programação, e o Ricota tem feito muita coisa legal lá em Minas, desenvolvendo inclusive serviços de assinatura de ferramentas SEO avançadas. Gostei muito de compartilhar o painel com eles.

Dito isso, o evento...

Os painéis da tarde do do SMX São Paulo 2009, módulo business / intermediário, foram muito parecidos aos do ano passado, com mesmos palestrantes, mesmos cases, mesmos temas. Deu uma sensação forte de Déjà Vu em alguns casos. Quem não participou do ano passado deve ter achado interessante. O Twitter virou parte integrante do evento, com palestrantes twittando direto do palco, respondendo perguntas vindas do twitter, exibindo na tela de forma instantânea reação de pessoas às apresentações - via Twitter.

Tivemos 2 apresentações na manhã. Erica Schmidt, da Isobar, comentou da importância de testes em landing pages e de como a mídia offline influencia o online. Citou cases de empresas americanas que lançam campanhas bem integradas de TV + links patrocinados. Afinal, o espectador vê algo na TV e vai logo em seguida pesquisar na internet o que viu.

Em seguida, o Danny Sullivan falou via Skype. A imagem estava boa, mas o som horrível. Confesso que o som falhava tanto que não consegui focar na apresentação (devo ter TDAH).

Ponto positivo: O almoço! Ano passado comemos todos de pé sanduiches, este ano sentadinhos e de garfo e faca :-). A sobremesa? Divina! Mas 2 horas de almoço???

Os painéis da tarde do tracking business + intermediário foram interessantes, mas superficiais. Esperava muito do painel de ROI em grandes varejistas, mas um bom tempo do painel foi gasto discutindo se vale mais a pena usar agências ou serviços in-house.

Não acompanhei os paineis Avançandos (fora o que eu participei), mas ouvi dizer que o painel "Pimp my Site!" foi bem interessante, discutindo na frente de todos falhas de sites sugeridos pelo público.

E teve o coquetel :-). Mais uma chance para rever o pessoal de Search e botar o papo em dia.

Conclusão: Se quiser continuar forte ano que vem, sugiro ao SMX São Paulo se reinventar, misturar os palestrantes atuais com gente nova, e principalmente atrair clientes finais (anunciantes) para atrair mais patrocinadores. Basicamente, fazer valer os perto de R$ 1.000 do ingresso. Ou mudar o evento para o Rio, pegando uma audiência nova. O evento acabou virando uma grande confraternização dos profissionais de Search.

Conversei com Sara Holoubek, presidente do SEMPO, sobre isso, e ela disse que esse mesmo processo já aconteceu em outros países, como EUA. Espero que, como lá, isso seja revertido no Brasil. Veja algumas fotos do SMX São Paulo 2009 (iphone quality, sorry).

2 comments:

Web Design disse...

Bha tomara que cheque em Porto Alegre
tambem
www.lrcasual.com

marcy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.